Artigos

A importância da calibração de instrumentos de medição

Em Calibração, Instrumentos de medição

A calibração de instrumentos de medição de uma empresa é um dos procedimentos regulares que todo negócio deve realizar, além de também ser um dos pré-requisitos para a obtenção da certificação de sistemas de gestão como a ABNT NBR ISO 9001, Boas Práticas de Fabricação, etc. Porém, alguns profissionais ainda não compreendem sua importância e têm dúvidas com relação à necessidade de incluir essa aferição em seus gastos fixos.

O QUE É?

A calibração de instrumentos de medição resume as atividades realizadas para garantir a confiabilidade dos resultados de medições, ou seja, se as medidas realizadas nos processos estão corretas e podem ser utilizadas. Por exemplo, se você possui balanças em seu estabelecimento, precisa ter certeza de que elas estejam pesando os itens de forma exata e precisa. E para isso, é necessário realizar a calibração dos instrumentos. Esse processo deve ser feito periodicamente, sendo que os intervalos devem ser pensados de forma estratégica, para que não haja gastos desnecessários com calibrações adiantadas e nem prejuízos com erros de medição devido à falta de calibração dos instrumentos.

QUAL É A IMPORTÂNCIA?

Se você só enxerga a calibração de instrumentos de medição como um gasto, deve pensar duas vezes. A verdade é que esse procedimento é um investimento, pois apenas com ele é possível ter certeza da exatidão e precisão das medidas, bem como confiar nas informações geradas. Dessa forma, você saberá que os equipamentos estão dentro dos requisitos de qualidade esperado, o que é uma obrigação de toda empresa. Além, é claro, de evitar qualquer prejuízo para o seu negócio e seus clientes.

COMO FUNCIONA?

Durante a calibração é realizada uma comparação entre as indicações do instrumento e as indicações de um padrão. Com isso, é possível verificar se existe algum erro de medição em determinado processo e avaliar as correções que devem ser feitas. Caso o erro de medição esteja fora dos limites aceitáveis, será necessário substituir o item ou levá-lo para a manutenção. Depois da calibração de equipamentos de medição, a empresa recebe um certificado de calibração, apontando todos os resultados obtidos.

Cabe ao responsável verificar os resultados e avaliar a necessidade de ajustes ou de uma nova calibração. A periodicidade pode ser determinada de acordo com os resultados obtidos e com critérios técnicos. Por exemplo, se nas últimas três calibrações os instrumentos se mostraram resultados aceitáveis, é possível aumentar o prazo entre as calibrações.

Inclusive, é uma boa ideia montar uma planilha com as seguintes informações: código do equipamento, localização, frequência das calibrações, datas das calibrações, entre outros. Dessa forma, você consegue administrar os processos de medição e organizar os resultados.

COMO DEFINIR UM INTERVALO ENTRE AS CALIBRAÇÕES DE INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO?

Muitas empresas se baseiam no Método Schumacher. Ele divide esse processo em três etapas: determinação da periodicidade, definição da quantidade de calibrações que cada ciclo deve possuir (geralmente 3 ou 4) e análise dos resultados obtidos.

Porém, se você ainda não sabe ao certo como proceder, o ideal é encontrar uma empresa especializada no assunto que possa ajudar nessas avaliações. A ACC PR  Engenharia de Medição trabalha há mais  de dez anos com soluções tecnológicas nas áreas de metrologia, qualidade e instrumentação. Seus profissionais oferecem serviços de consultoria, capacitação, manutenção e calibração de instrumentos de medição e ensaios de qualificação de equipamentos. Além disso, eles também disponibilizam cursos com o intuito de mostrar a importância e o impacto da exatidão das medições dentro de cada negócio.

Fale conosco!