Artigos

Você já verificou sua balança hoje?

Em Balança

A calibração e verificação regulares de uma balança são essenciais para garantir que o instrumento atue dentro das suas especificações e forneça resultados de medição confiáveis.

A calibração de balanças permite entender como o erro de medição se comporta em determinadas faixas de pesagem e se os seus resultados permitem avaliar a adequação desse instrumento a um processo de medição. Durante a calibração alguns parâmetros são determinados como a repetibilidade das leituras, erros de posição do prato, e a incerteza de medição.

A verificação de balanças deve acontecer durante o intervalo das calibrações e serve como método de investigação e monitoramento dos resultados do instrumento de medição. Ao investigar o instrumento, estamos analisando se os resultados que ele apresenta estão se distanciando dos critério de aceitação definidos e afetando a qualidade de produtos e processos.

Calibração de balanças

Ao adquirir uma balança nova, é de responsabilidade da organização solicitar um serviço de calibração para esse instrumento antes que qualquer medição seja executada. No caso de manutenções realizadas, assim que o instrumento retornar do serviço de reparos e ajustes, uma nova calibração deve ser providenciada.

Recomenda-se que um intervalo regular de calibração para balanças seja planejado, e de acordo com o Inmetro o uso de intervalos iniciais de calibração anuais ou semestrais podem ser executados de acordo com a análise do histórico da balança. Baixe nosso e-book 5 Métodos para determinar a frequência de calibração do seu instrumento de medição.

Outro ponto importante é que toda balança deve ser calibrada em sua posição de instalação. Primeiramente, ao mover uma balança de um local para o outro, você está alterando as condições de calibração e ajuste daquele instrumento o que pode afetar a leitura em algumas medições. As balanças devem estar instaladas respeitando as instruções dos fabricantes, normalmente em mesas próprias, longe de fontes de calor, luz solar direta, e correntes de ar. Segundo, as leituras executadas em balanças eletrônicas estão relacionadas com a força gravitacional, e portanto, os resultados estão relacionados com o valor da gravidade local.

O padrão utilizado para a calibração de balanças é o peso padrão com densidade conhecida. Os pesos seguem a recomendação de classe conforme a Portaria 233 do Inmetro e são calibrados periodicamente em laboratórios acreditados. As calibração de balanças também segue recomendações descritas na Portaria 236 publicado pelo Inmetro e documento orientativo DOQ-CGCRE-036 publicado pela Coordenação Geral de Acreditação – Cgcre.

Verificação intermediária de balanças

A verificação intermediária de balanças é o processo de realizar pequenas medições na balança com um peso padrão de referência e verificar se os resultados encontrados estão se distanciando da calibração anterior e dos critérios de aceitação definidos. Veja mais sobre critérios de aceitação de balança em nosso blog Guia prático de como calcular o erro máximo permitido de uma balança.

Ao realizar a verificação intermediária da balança, as organizações conseguem avaliar se as caraterísticas da balança não se modificaram significamente desde a sua última calibração e portanto se o certificado da última calibração ainda permanece válido.

As  verificações realizadas devem seguir uma periodicidade planejada e um procedimento definido. A periodicidade das verificações deve ser determinada com base nas condições e frequência de uso da balança. Ao controlar a periodicidade das verificações da balança, é possível planejar prazos de calibração assim como detectar antecipadamente falhas, avarias ou resultados fora dos critérios pré estabelecidos.

Os pesos padrões são utilizados nas verificações das balanças e deve ter seus valores rastreáveis ao sistema internacional de unidade – SI, ou seja, devidamente calibrados. Segundo o Cgcre, também podem ser utilizados pesos denominados “designados pelo usuário”, desde que devidamente pesados logo após a calibração completa da balança.

Dois métodos para a verificação de balanças são apresentados pelo Cgcre em seu documento DOQ-CGCRE-036 –  Orientações sobre verificação intermediária das balanças, a verificação simples e a verificação da repetitividades

Figura 1 – Verificação intermediária de balanças – Fonte: Elaborador pelo autor

Como podemos ajudar a sua empresa?

A ACC PR Engenharia de Medição com um corpo técnico altamente qualificado e com mais de 20 anos de experiência pode ajudar sua empresa a aplicar os conceitos de metrologia produtiva, auxiliando na avaliação de potenciais de melhorias e ações efetivas para garantir a qualidade das medições e assim agregando valor aos seus processos e produtos.

Conhecimento metrológico e suas aplicações são fundamentais para a busca da melhoria contínua e para garantir uma boa produtividade e ações assertivas.

Entre em contato conosco e entenda como podemos ajudar você a gerar valor

[1] INMETRO. Vocabulário Internacional de Metrologia: Conceitos fundamentais e gerais e termos associados (VIM 2012)
[2] Portaria INMETRO / MICT número 236 de 22/12/1994. Regulamento Técnico referente à fabricação, instalação e utilização de instrumentos de pesagem não automáticos
[3] Portaria INMETRO / MICT número 233 de 22/12/1994. Regulamento Técnico referente à fabricação e utilização de pesos padrão.
[4] Coordenação Geral de Acreditação. Orientações sobre verificação intermediária das balanças. Documento Orientativo. DOQ-CGCRE-036. (Revisão: 00 – DEZ/2012)
Fale conosco!